Banco Mundial corta previsão de crescimento da China devido à covid-19 e à crise imobiliária

Última avaliação aponta que a China crescerá 2,8% em 2022, bem abaixo da previsão de 4,3% feita em junho, o que deverá fazer com que economias em desenvolvimento no leste da Ásia cresçam mais rápido do que a China este ano pela primeira vez desde 1990

Valor Economico

2022-09-27 04:06:07

COMPARTILHE:

O Banco Mundial disse que espera que as economias em desenvolvimento no leste da Ásia cresçam mais rápido do que a China este ano pela primeira vez desde 1990, num momento em que a segunda maior economia do mundo sente o peso de uma crise imobiliária e da abordagem de tolerância zero do governo para a covid-19.

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar