Os três partidos bolsonaristas que não fecharam com Bolsonaro

Presidente terá o apoio formal apenas das três legendas que formam o Centrão

Veja

2022-08-06 14:00:08

COMPARTILHE:

O presidente Jair Bolsonaro (PL) terá o apoio formal de apenas três partidos na sua campanha pela reeleição: PL, PP e Republicanos, a trinca que forma o Centrão, o bloco parlamentar que dá sustentação ao seu governo no Congresso.

Mas o presidente queria mais. A maior decepção foi o PTB, que decidiu lançar o ex-deputado Roberto Jefferson como candidato a presidente. Bolsonaro contava com o tempo de TV e com o apoio dos palanques locais do partido e não gostou nada da ideia de seu aliado Jefferson ser seu concorrente na eleição.

Outros dois partidos, no entanto, tinham tudo para estar com Bolsonaro, mas não estarão. Um é o Patriota, legenda na qual o presidente chegou a pensar em se filiar, o que não ocorreu em razão da aparentemente infindável briga interna pelo comando do partido – mesmo motivo que fez a legenda, em convenção na sexta-feira, 5, optar pela neutralidade.

O PSC é outra legenda que caminhava para estar ao lado de Bolsonaro, mas isso não aconteceu. Presidido pelo pastor Everaldo Pereira, que esteve preso por quase um ano entre agosto de 2020 e julho de 2021 por suspeita de envolvimento em esquema de corrupção no Rio de Janeiro, a legenda decidiu ficar neutra na eleição. O principal motivo foi a resistência de políticos filiados à sigla no Nordeste, que não queriam associar suas candidaturas ao presidente, que é bastante impopular na região.

O pendor bolsonarista dos três partidos é evidente: segundo a plataforma Radar do Congresso, eles votaram a favor de mais de 90% dos projetos do governo na Câmara.

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar