Mais de 2,2 milhões de brasilienses estão com ciclo vacinal completo

De acordo com a Secretaria de Saúde, vacinômetro mostra que 84,68% da população acima de 12 anos recebeu a primeira e a segunda dose da vacina contra a covid-19 no Distrito Federal; taxa de ocupação de UTI chegou a 89,9% na rede pública

COMPARTILHE:

2022-01-15 02:21:06

Correio Brasiliense

Segundo informações do vacinômetro, divulgado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), estão com o ciclo vacinal completo, com a segunda dose (D2) ou o imunizante de dose única (DU), 2.205.752 pessoas, número que representa 85,5% do público que possui acima de 12 anos — 2.578.420 cidadãos aptos.

Além disso, 2.315.818 pessoas já tomaram a primeira dose (D1) da vacina contra a covid-19 desde o início da pandemia, o que equivale a 89,8%. Vale ressaltar que somente a primeira dose não corresponde ao ciclo vacinal completo, de acordo com o Ministério da Saúde. Por isso é necessário tomar a segunda dose.

O grupo que tomou a terceira dose ou dose de reforço (D3) alcança mais de 500 mil pessoas — são elas 594.072 brasilienses que possuem 18 anos ou mais, e receberam a segunda dose há, pelo menos, quatro meses. Somente nesta sexta-feira (14/1), 822 pessoas tomaram a D1 e outras 4.166 foram vacinadas com D2. Em relação à D3, 18.157 unidades de reforço foram aplicadas.

Segundo informações da sala de situação da SES-DF, nesta sexta-feira (14/1), a taxa de ocupação dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública chegou a 89,8%. Na rede privada está em 61,7%.

Depois da determinação do Palácio do Buriti para que a Secretaria de Saúde abrisse mais vagas em UTIs para pacientes com covid-19, a pasta apresentou, nesta sexta-feira (14/1), um plano de mobilização com previsão para 188 novas na próxima quarta-feira (19/1).

A primeira das sete etapas definidas trata oferta de mais 20 leitos no Hospital Regional de Samambaia (HRSam). As próximas fases preveem 10 leitos no Hospital de Base; 10 no Hospital Regional de Ceilândia (HRC); oito em Sobradinho (HRS); 20 no Gama (HRG); 20 na Asa Norte (Hran); 40 em Santa Maria (HRSM); e 60 no Hospital da Polícia Militar. No entanto, ainda não há data de abertura dos leitos.

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar